quinta-feira, 22 de março de 2012

Poema-contra-indicação

Noutro dia, Drummond mandou penetrar
surdamente no reino das palavras
Surdamente
Em palavras não palpáveis
Palavras são armas
Palavras são almas
Palavra-pedido de socorro
Aterno pedido
Constante
Pedido silencioso de socorro
Escondido sobre outras formas de falar
Palavra-pedido de colo
Palavra que é silêncio que ninguém escuta
Palavra que é silêncio retumbate
Que ninguém percebe
Palavra com contra-indicação

Fábio Leonardo Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário