sábado, 20 de fevereiro de 2010

Os 10 maiores vilões da história do cinema

Boas histórias se fazem, também, com grandes vilões. Os antagonistas são condutores de ações e movimentam uma narrativa, seja ela em livros, novelas ou no cinema. Como característica essencial, o "bom" vilão deve ser, também, carismático. Um charme deve estar presente em suas vilanias, e, melhor ainda, um ar de segurança ao executá-las. Na ficção, encontramos dos mais variados tipos de vilões: os com ar blasé, os tresloucados, os cômicos, os caricatos, os psicóticos, os que praticamente vêm com uma placa escrita "VILÃO" no meio da testa ou, então, aqueles que jamais imaginaríamos que escondem uma personalidade nefasta dentro de si.

No cinema, o bom vilão é aquele que rouba a cena e, muitas vezes, torna-se mais conhecido até mesmo que o mocinho. Listamos, abaixo, dez dentre os maiores vilões da história do cinema. Confira, e cuidado com o veneno!

10º lugar - Dr. No (007 Contra o Satânico Dr. No)
Ator: Joseph Wiseman
Ano: 1962
O "satânico" Dr. No foi o primeiríssimo vilão da série 007. Baseado no livro "Dr. No", de Ian Fleming, nesta história, o agente secreto da inteligência britânica, James Bond (Sean Connery) luta contra a terrível mente criminosa por trás da SPECTRE, uma rede terrorista equipada com tecnologia de ponta (para a época). Lá, no esconderijo secreto do Dr. No, Bond é aprisionado, não sem antes torturar o arquivilão com seu inteligente humor britânico. O fim do cientista maluco, como de todos os vilões de filme do gênero, é a morte trágica, como vítima de uma de suas próprias invenções: um lançador de rockets que, boicotado por Bond, lança o próprio Dr. No num tanque radiotivo.

9º lugar - Henry Evans (Anjo Malvado)
Ator: Macaulay Culkin
Ano: 1994

Quem desconfiaria da cara de anjo desse garoto órfão, que vai morar com os parentes? Um bom menino, que convence a todos, menos ao primo Mark (Elijah Wood), o primeiro a descobrir sua índole má, mentirosa e até homicida. Causando mortes misteriosas na família, Henry comete "crimes perfeitos", sem deixar pistas. Ainda por cima, deixa sugestões de que o primo, Mark, seja o verdadeiro culpado. Um jovem psicopata que arma o maior dos golpes: matar a mãe de Mark, que tenta impedi-lo de todas as formas.

8º lugar - Cruela DeVil (101 Dálmatas)
Atriz: Gleen Close
Ano: 1996

A vida dos 101 dálmatas do casal Roger e Anita não é nada tranquila com a presença constante da tresloucada estilista Cruela DeVil, que sonha em transformar cachorrinhos em casacos de pele. A vilã de desenho animado se transforma em vilã live-action na pele de Gleen Close. Mais caricata que nunca, Cruela usa de todas as artimanhas para capturar os dálmatas, com a ajuda de seus fieis capangas Jasper e Horácio. O visual de Gleen no filme a deixa mais inesquecível ainda: seu cabelo dividido entre preto e branco, e suas roupas igualmente separadas em duas cores.

7º lugar - Tom Ripley (O Talentoso Ripley)
Ator: Math Damon
Ano: 1999

Baseado no personagem de Patricia Highsmith, o talentoso Tom Ripley tem a capacidade de exercer fascínio sobre as pessoas. Imita com perfeição vozes, assinaturas, as mais detalhadas características das pessoas. Seu dom de convencer faz-lhe ganhar a amizade do jovem Dickie (Jude Law), um playboy, filho do empresário Herbert Greenleaf (James Headhorn). Ganhando a confiança do pai, Tom torna-se cada vez mais íntimo dessa família, da qual tira mais proveito, dia após dia. Tudo não passa de um plano: matar Dickie e assumir sua identidade.

6º lugar - Miranda Priestly (O Diabo Veste Prada)
Atriz: Maryl Streep
Ano: 2006


Miranda Priestly é a editora-chefe da Runway Magazine, uma das mais famosas revistas de moda norte-americanas. Chique, blasé e autoritária, ela consegue transformar em um inferno a vida de Andy Sanchs (Anne Heathway), sua nova sub-secretária, dando-lhe tarefas impossíveis. No ambiente da moda, Miranda é respeitada como uma rainha, embora seu invólucro diabólico esconda uma pessoa com (alguns) sentimentos. O bestseller homônimo de Lauren Weisberger serviu de base para esta personagem, vivida magistralmente por Meryl Streep, e que inspirou diversas outras vilãs, inclusive na dramaturgia brasileira.

5º lugar - Norman Bates (Psicose)
Ator: Anthony Perkis
Ano: 1960

Clássico do diretor Alfred Hitchcock, Psicose marcou o cinema com a cena clássica onde a amoral secretária Marion (Janet Leigh), que acabara de dar um desfalque na imobiliária em que trabalha, é esfaqueada, durante o banho, pelo atormentado Norman Bates. Norman é um rapaz estranho, tímido e dominado pela mãe. O típico personagem masculino de Hitchcock torna-se um dos mais psicóticos vilões da história do cinema.

4º lugar - Duende Verde/Norman Osborne (Homem-Aranha)
Ator: Willem Dafoe
Ano: 2002

A estreia cinematográfica do bluckbustter Homem-Aranha, dirigido por Sam Raimi, traz também o maior arqui-rival deste personagem dos quadrinhos de Stan Lee: o Duende-Verde. Alter-ego do empresário Norman Osborne, o Duende age como sua segunda personalidade, seu lado mau. Com sua armadura (que diferencia o traje característico das histórias em quadrinhos), o Duende morre, no final do filme, vítima de seu próprio veículo. Mas o "espírito" vilanesco continuaria vagando e, em filmes seguintes, encarnaria no próprio filho de Norman, Harry Osborne.

3º lugar - Hannibal (O Silêncio dos Inocentes)
Ator: Anthony Hopkins
Ano: 1991

Por trás da figura serena do ex-psiquiatra Hannibal Lecter existe um assassino frio e canibal. Condenado ao corredor da morte, Hannibal serve de modelo para traçar o perfil psicológico de um psicopata perseguido pela investigadora Clarice Starlling (Jodie Foster). Envolvido na busca por um serial killer, Hannibal consegue armar uma fuga espetacular da prisão, dando vazão para a filmagem da continuação deste filme. A sequência Hannibal, de 2001, porém, não alcançou o mesmo êxito do filme original.

2º lugar - Coringa (Batman - O Cavaleiro das Trevas)
Ator: Heath Ledger
Ano: 2008

"Um palhaço psicopata, assassino em série, esquizofrênico, rude, cruel, sarcástico e com zero em empatia". Essa foi a definição do diretor Cristopher Nolan ao Coringa que seria interpretado por Heath Ledger em Batman - O Cavaleiro das Trevas, a sequência do sucesso Batman Begins. Indicado a 8 Oscar, incluindo o prêmio póstumo a melhor ator coadjuvande a Ledger (que morreu pouco depois às gravações do filme), esta película mostra, talvez, a mais sombria visão da história do Homem-Morcego. Este Coringa, diferente do interpretado por Jack Nicholson em 1989, nada tem de cômico. Sua maquiagem é borrada e sua figura dá medo. A melhor sequência é, sem dúvida, onde ele, vestido de enfermeira, aciona a explosão de um hospital.

1º lugar - Darth Vader (Star Wars)
Ator: David Prowse
Ano: 1977-1983

O mais conhecido e aclamado vilão da história do cinema é o grande protagonista da saga Star Wars, do diretor George Lucas. Desenvolvida em nada menos que seis filmes (!), onde busca contar a história do menino Anakin Skywalker e sua relação com o "lado negro da força". Órfão e criado pelo cavaleiro jedi Obi-Wan Kenobi, Anakin é treinado para ser um guerreiro do bem. Iludido que, juntando-se ao lado negro da força, salvaria sua esposa Padméia, o jovem rapaz começa a ser treinado por Darth Sidious, que se escondia por trás da figura do chanceler Palpatine. Totalmente corrompido, Anakin torna-se Darth Vader e, nos filmes, seguintes, lidera o Império, que tenta conquistar grande parte da Galáxia. Nesta luta, encontra um empecilho na Princesa Leia, lider da Aliança Rebelde. Sob comando da Estrela da Morte, arma de guerra do Império, Darth Vader trava uma batalha sem precedentes, onde termina debatendo-se contra seu próprio filho: Luke Skylwalker. Numa das mais célebres falas do cinema, revela ao rapaz toda a verdade: "Luke, eu sou seu pai".

2 comentários:

  1. Cadê Jean-Baptiste Grenouille, de "Perfume: a história de um assassino"?
    Fria essa lista, hein...

    ResponderExcluir
  2. o coringa deveria esta em primeiro lugar,mesmo darth vader ter sido um grande vilao nao se comparou com o coringa do filme batman 0 cavaleiro das trevas,sem duvidas o ator heath ledger fez um otimo papel de vilao

    ResponderExcluir